sábado, 22 de junho de 2013

Resenha: Uma Curva na Estrada

   Olá, apaixonados por literatura. Esta é minha primeira postagem e estou nervosa pois tenho medo de estar digitando para o nada, porém tentarei dar meu máximo para que tudo fique ótimo e espero que vocês gostem! Caso queiram me recomendar algum livro ou alguma dica de como me aprimorar, entrem em contato porque ainda sou nova no assunto né! Então vamos lá.
   Escolhi começar pelo último livro que li, Uma curva na estrada, do escritor maravilhoso Nicholas Sparks, da Editora Arqueiro. O nome do livro me confundiu muito á princípio, porque eu não sabia o que exatamente isso significava. Entretando quando terminei, soube exatamente sobre o que era. E vocês também saberão, caso leiam. É uma história incrível, sobre amor, carinho, cuidado, e principalmente perdão..
      O livro relata a história de Miles Ryan, subxerife de uma cidade pequena sulista dos Estados Unidos, e Sarah Andrews, a nova professora de seu filho, Jonah que tem 7 anos e arraza no futebol porém tem dificuldades nos estudos, e seu pai não sabe. Quem cuidava da vida escolar de Jonah era Missy, ex-esposa de Miles que foi atropelada mas ninguém sabe como aconteceu, muito menos quem foi o atropelador. Dois anos depois, Miles ainda não se recuperou do acontecido e sofre muito com a ausência da esposa por quem era perdidamente apaixonado.
     Quando Sarah o chama para conversar, ele não sabe qual o motivo e fica preocupado. Quando descobre o porquê disso, se sente mal por não ter percebido anteriormente. Fica encantado com Sarah, que se oferece para ajudar seu filho a se recuperar escolarmente falando, e algum tempo depois, ele a convida para sair. Com o tempo, se apaixonam e tudo parece ótimo. Até que Miles descobre quem matou sua mulher, o livro revela tudo, mas isso atrapalha o relacionamente dos dois. Deram um tempo e, no final, ficaram juntos.
     Não falarei nada além disso para que a história não perca o suspense, que eu acho interessantíssimo em uma boa leitura. Quero esclarecer também que o narrador é observador, na maior parte do livro e que isto é apenas um resumo, tem muito mais conteúdo no livro. Apenas recomendo para pessoas que amam romances e histórias, digamos que, melodramáticas e que fazem chorar sobretudo o fim é feliz. A parte gramatical é incrível, assim como todos os livros do Sparks, garanto que os amantes amorosos não se arrependerão.


Um comentário: