domingo, 18 de agosto de 2013

Resenha: A Batalha do Apocalipse

     Primeiramente, peço desculpas, acho que devo isso ao blog e tudo mais, pela demora de minhas novas postagens. Devo admitir que estava com um certo langor para ler e escrever, apesar dessa resenha ser super singela, por isso a delonga da resenha. Porém prometo à vocês que não acontecerá novamente! Então vamos lá... 
     O post de hoje será sobre o livro A Batalha do Apocalipse: Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo do escritor carioca Eduardo Spohr da Editora Verus, contém 586 páginas incluindo o Glossário e a Linha do Tempo. Clique aqui para comprá-lo.  


    Antes de falar um pouco sobre a história nele contida, gostaria de compartilhar com vocês meu conhecimento do surgimento da inspiração de Eduardo para escrevê-lo. Pelo o que sei, tudo surgiu quando Spohr, que é escritor, formado em comunicação social e apaixonado por história, era colunista no blog Jovem Nerd e ele, finalmente, passou a colocar uma parte de sua obra em sua coluna, virou um grande sucesso, repentinamente. Após um longo período de procura, conseguiu lançá-lo pela editora Verus e tornou-se um escritor de grande êxito.



    Em minha opinião, este livro foi tudo e um pouco mais. Embora o começo seja maçante, nada melhor do que entrar no ritmo do livro, não é mesmo?! Achei uma linguagem muito bem elaborada com poucas repetições, apesar de rumores negativos.
    A história se passa desde o princípio do mundo até os dias atuais. E, o que achei de uma criatividade extrema embora às vezes confuso, o autor não contou sua magnífica ideia em ordem crescente. O início é nos dias atuais e no decorrer da história, ele nos conta o por quê daquele acontecimento de acordo com algo ocorrido no passado. E assim vai.
    Ablon, o Primeiro General que é o querubim líder dos anjos renegados, após ser expurgado do céu, nos ensina o sentido da vida e, de certa forma, como o Filho do Alvorecer, supostamente, destruiria o nosso mundo. De acordo com a narrativa, a maior arma do Arcanjo Sombrio seria, supostamente, os próprios seres humanos porque somos nós que estamos destruindo nosso lar, o que dará início ao Apocalipse (ou Armagedon), a única coisa que Lúcifer fará será nos destruir. E, embora ele não saiba, é o Anjo Renegado que terá como função impedir que nosso planeta seja devastado.
    A obra de Spohr, além de um pouco "religiosa" por ser uma ficção baseada no Apocalipse bíblico, é também histórica. São citados lugares como Roma, Babilônia, Rio de Janeiro, China, entre outros. Há um certo romance na história, Ablon se apaixona pela Shamira, Feiticeira de En-Dor, depois de tê-la tirado das mãos de Zamir, outro feiticeiro, que servia a Nimrod e teria sido o arquiteto de Babel.
    Ainda há muito a ser dito, entretanto acredito que ninguém aqui goste de spoiler, certo? Logo abaixo há dois trechos que eu tive a cautela de marcar para tirar fotos para vocês, pois achei super interessante.






     "- A mente é lógica, general - contestou. - O coração é irracional.
      Ele pensou bem no que ela dissera e entendeu seu ponto de vista. Inteligência prática e percepção emocional são duas coisas bem diferentes.
      - Tem razão, Sieme - concordou. - Tem razão." página 374


  
    "Acreditar no impossível é a chave para entender os segredos do universo." página 289
    Recomendo a leitura!

4 comentários:

  1. li e amei esse livro ,
    beijos
    onossonude.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Hellen,amei seu blog,fico muito emocionada quando vejo alguém tão jovem gostando de ler,sua resenha está ótima,amo o livro de Eduardo Sphor,o conheci e vi como o cara é super inteligente.Espero que você possa segui o meu blog

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  3. Ai, Hellen, sabe que eu ganhei esse livro, li as 10 primeiras páginas larguei e nunca mais peguei? Achei muitoooo demorado, não foi pra mim. Agora ta guardado pra quem sabe um dia eu volte e entre no ritmo da leitura mesmo.
    Mas é bom saber de alguém que leu e gostou hahaha
    Beijos!

    http://www.ihgarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir